Como usar a internet a seu favor: Dicas e métricas básicas para o Instagram

E se a gente começasse uma nova série de posts aqui no blog com dicas para usar as redes sociais a seu favor na hora de divulgar o seu trabalho? Seja como artista, evento ou clube, a internet se tornou o maior aliado na hora da promoção, já o Instagram virou o queridinho do momento. Afinal, é uma das plataformas mais usada no mundo, pelo menos por enquanto, já que não existe uma verdade absoluta sobre nada e tudo está  em constante mudança. Quem sabe qual vai ser daqui a alguns anos? Nada desesperador, só estamos especulando, a princípio não temos nenhum indício que o Instagram será substituto tão cedo e por isso, vamos dar algumas dicas atuais e mostrar algumas métricas básicas da plataforma.

Mas antes de tudo: Se você ainda usa conta pessoal, vá até configurações/contas e mude para conta comercial, escolha a opção que melhor descreve você ‘Criador de Conteúdo’, ‘DJ’, ‘Artista’ ou ‘Empresa’ para que tenha acesso as métricas e informações mais detalhadas, como conhecer seu público e até mesmo promover seus posts.

RELACIONADO: Como planejar o FEED do Instagram. Leia aqui.

#1 Tipo de Conteúdo

Planeje os conteúdos pensando na taxa de entregabilidade. A taxa de entregabilidade é aquela que define quantas pessoas estão de fato recebendo o seu conteúdo. Se no começo de tudo, antes do tio Zuck, o Insta tinha um alcance espetacular nas publicações do feed, isso foi embora com o início dos conteúdos patrocinados (obviamente, afinal eles querem que você invista na plataforma $$). Dados recentes mostram que posts que tem 10 palavras vão engajar mais e que as pessoas consomem mais conteúdo nos stories (lembrando que toda regra tem sua exceção).

Com o crescimento estrondoso do Tik Tok (vamos falar dele por aqui em breve!), o Instagram criou o CENAS (Reels) para competir com a plataforma. Através dele, você cria vídeos curtos de  15s para o stories, que são pré-editados com efeitos e música. O alcance desse tipo de conteúdo supera todos os outros, inclusive um stories comum. Alguns influenciadores relataram resultados iguais ou maiores em visualizações que o número de seus seguidores, o que na briga de entrega de conteúdo sabemos ser algo extremamente relevante.

#2 Explore os Insights

Tudo na internet é teste, faça os seus, veja o que melhor funciona para o seu perfil e  seu público. Explore as informações que a plataforma entrega. Informações como melhores horários de publicação e qual o perfil do público que te acompanha podem ser usadas a seu favor na hora de pensar nas estratégias de conteúdo e promoção.

#3 Torne-se “amigo” das métricas

As métricas servem para medir o seu desempenho online, as mais importantes são:

  1. Salvar (o algoritmo leva muito em consideração o quanto as pessoas estão salvando suas publicações)
  2. Compartilhar
  3. Visitas ao perfil
  4. Cliques
  5. Descobertas

 

#4 Crie Highlights e organize-os

Os destaques dos stories são importantes para acessar de forma prática os assuntos mais importantes do seu perfil. Agrupe por assuntos semelhantes e defina capas para facilitar a organização.

DICA: O ‘Canva’ é um aplicativo grátis para criar artes e é super simples de ser usado.

Os stories geram mais interação, dados mostram que cerca de três por dia são o suficiente para você manter seu público assistindo diariamente. O conteúdo deve focar nos bastidores de sua marca, o seu produto de forma mais prática e comercial (sem exigir um planejamento, como no feed), deve compartilhar depoimentos e interações de seus clientes.

#5 Vídeos com legenda

Muito já se falou sobre a humanização das marcas, já que as pessoas compram com emoção e justificam com a razão. Os vídeos são um ótimo recurso para atingir esse objetivo. Mas muitos ignoram um fator muito importante, a maioria das pessoas assistem os vídeos sem som, por isso colocar legenda nos seus vídeos é fundamental para melhor alcance.

Mas e as HASHTAGS? Devo usar?

Elas realmente podem trazer usuários que não seguem seu perfil para ver sua publicação, mas não exagere, use no máximo três e seja específico, mais que isso o algoritmo pode bloquear o seu conteúdo, assim não ficará visível. Você pode conferir quais hashtags estão dando mais resultado através de informações/impressões/de hashtag; lá você terá acesso ao número de usuários que visualizaram sua publicação por conta da hashtag.

E aí, curtiram nossas dicas? Surgiram dúvidas? Precisa de ajuda profissional para a sua marca? Entre em contato pelo nosso e-mail contato@assimquerola.com.br que ficaremos felizes em ajudar 🙂