Prince se rende ao streaming

Prince teve um relacionamento complicado com a indústria musical, assim como muitos artistas, ele lutou por pagamentos mais justos diante das labels com as plataformas de streaming, mas não cedeu como a maioria. Ele chegou a assinar um contrato com o Tidal, de Jay Z, mas não durou muito tempo.

Desde a sua morte, a negociação se tornou mais aberta à ideia de trazer a sua música de volta aos serviços de streaming e agora 23 dos seus álbuns, juntamente com um LP especial, o “Anthology”, estão disponíveis em todas as plataformas de streaming como parte de um grande acordo com a Sony.

Em junho, a Sony adquiriu os direitos de distribuição para 35 dos álbuns do Purple One e agora 23 deles estão disponíveis na Apple Music, Spotify, Amazon, Tidal e etc.

Os álbuns cobrem tudo, desde “Purple Rain” até “Come“, de “Lovesexy” até “The Truth” e muito mais. Se você é da nova geração e precisa de um help para conhecer o trabalho de uma das lendas da música mundial, a dica é começar pelo álbum “Anthology“, pois abrange músicas de seus álbuns entre 1995 e 2010.

Até entendemos os motivos de tanta relutância, mas é satisfatório ver a arte de um dos artistas mais importantes da história compartilhada e acessível a todas as gerações. Não temos Prince entre nós, mas sua arte durará para sempre e disponibilizar sua música é uma forma de compartilhar sua arte, mesmo depois de sua morte.