Coachella: Guia de sobrevivência no festival

Ir a um festival pela primeira vez, em um país diferente do seu, com pessoas de todo mundo falando um outro idioma, definitivamente não é tarefa fácil. Por mais que o Coachella seja um daqueles festivais super bem organizados e que disponibilizam muitas – a maioria na verdade – das informações em seu site oficial, quem disse que o povo lê tudo? Nada como vivenciar na pele e como já dizia minha sábia mãe: “Tem gente que só aprende quebrando a cabeça”. Mas você que está lendo este artigo não precisa ser um desses casos, né? Por isso preparamos esse guia com muitas dicas do que fazer e do que não fazer. Pega a caneta e anota aí para a próxima edição!

#1 Planeje a compra de ingressos

Eu comprei o ingresso em uma das últimas aberturas de venda de ingressos, logo depois da divulgação do lineup, o que obviamente custou uma fortuna e a única opção que tinha era o VIP para o segundo final de semana do festival. Só para vocês terem uma ideia do comparativo, eu paguei $ 999 e uma semana antes se eu tivesse comprado o ingresso grupo eu teria me hospedado nas tendas estilo Safari, no premium camping, por $1200 cada ingresso do pacote com 4. A tenda não só tinha cama de verdade e ar condicionado, como oferecia também café da manhã e late night snacks, além de estacionamento privado. Outra coisa, a compra é internacional, certifique-se que seu cartão esteja habilitado para esta função e tenha o limite necessário, detalhe importante: não existe parcelamento de compras aqui nos EUA, inclusive no Air BnB, caso você compre pela sua conta do Brasil eles até fazem, mas tem taxa 🙁

#2 Planeje o trajeto de ida e volta do festival

Tanto a ida de Los Angeles para Palm Springs, quanto a ida e volta durante o festival se você alugar um carro ou depender de uber ou taxi precisam ser planejadas direitinho. Prefira sair de Los Angeles na quinta-feira, caso você deixe para ir na sexta-feira de festival, prepare-se para levar 4 – 6 horas para fazer um trecho que poderia ser de 2 horas no máximo. O mesmo vale para volta, volte na segunda-feira o mais cedo possível, a gente saiu 10h e levamos 4 horas para chegar em Los Angeles, na volta do segundo final de semana, imagine no primeiro.

A menos que você possa voltar a pé pra casa ou resolva sair durante o último show (o que a gente fez no Eminem e foi uma briga interna!), você vai pegar fila de tudo quanto é jeito. As filas para Uber e taxi são gigantes e conheço várias pessoas que ficaram 3 horas na fila para conseguir um Uber e no final ainda tiveram que ir caminhando por uns 40 minutos até chegar na casa. E isso que o sistema é super organizado, o Coachella tem uma parceria com a Uber; você pede o carro, recebe um código e entra na fila, quando você entrar no carro, basta mostrar o código ao motorista. No espaço da Uber tinha água sendo distribuída e até uns lanchinhos.

DICAS EXTRAS

  • Lyft: Aqui nos EUA dá pra usar o Lyft (que muitas vezes é mais barato que o Uber e é tão usado quanto!). Você pode sair do festival, caminhar um pouco e tentar chamar um carro. Nós fizemos isso logo depois de desistir de tirar o carro do estacionamento no sábado pós-Beyonce para ir para a afterparty e deu certo, o único problema é que sometimes os cartões do Brasil não funcionam, mesmo os internacionais, testem antes!
  • O estacionamento do festival é gratuito, porém você não pode deixar o carro lá durante a noite, para isso tem o próprio estacionamento com cabaninhas para carro. Além desse, tem o estacionamento VIP que é pago ($150 durante os três dias do festival, mas você precisa garantir o seu junto com o ingresso porque esgota rápido também).

#3 Onde devo me hospedar

Essa escolha pode mudar toda a sua experiência com o festival, isso porque se você puder escolher a opção de acampar no próprio festival ou alugar uma casa/airbnb literalmente do lado para que você possa voltar a pé evitaria toda e qualquer possível dor de cabeça. Digo isso porque ninguém merece deixar de assistir um show para não ficar preso no estacionamento ou na fila.

Para conseguir essa façanha, você precisa olhar bem a localização do Empire Polo Club e garantir o seu local com muita antecedência. Para quem procura o conforto de um hotel, minha dica é o Hyatt Regency Indian Wells Resort & Spa, fica na 44600 Indian Wells Ln, Indian Wells, CA.

#4 Aluguel de Carro

Mesmo que você não vá de carro para o festival, pode querer alugar um carro para ir até Palm Springs e dar alguns rolês em Los Angeles. Minha dica é: faça isso através do Turo, um applicativo que funciona como um airbnb de carro, são pessoas que colocam seus carros para aluguel, o que sai muito mais barato que com locadora e você escolhe o tipo de seguro que quer colocar, sem dizer que você faz todo o processo pelo aplicativo.

#5 Marque o local que estacionar o carro e a cor do seu path

O estacionamento do festival é muito organizado, mas justamente por conta disso muitas pessoas ficam desatentas (e emocionadas!) ao chegar no festival e esquecem desse detalhe muito importante. Então, por favor, para não ficar 2 horas procurando onde estacionou o carro, repare nas torres enumeradas e sempre marque um ponto de referência de onde você deixou o carro (O Google Maps faz isso também, mas vai que acaba a bateria né!). Ao sair do estacionamento, repare qual a cor do path que você estacionou, existem muitas saídas diferentes no festival organizadas por cores e que vão parar em diferentes estacionamentos.

DICAS EXTRAS:

  • Se o seu ingresso for o VIP, o melhor estacionamento é o da Monroe St com a Ave 49, o estacionamento gratuito dessa rua fica logo depois do estacionamento VIP, você já entra direto pela área VIP;
  • Se for estacionar, chegue cedo! Quanto mais cedo, mais perto do festival você vai estacionar e menor refém de shuffles você vai ficar.

#6 Evite ir ao festival nos horários de pico

Prepare-se para muita fila e desvios confusos entre 4 e 7pm, isso porque todo mundo resolve ir nesse horário. Conforme os estacionamentos vão lotando, as ruas vão sendo fechadas e o trânsito desviado e só os carros credenciados conseguem passar pelo caminho mais fácil e curto. Prefira sair de casa cedo ou depois do horário de pico, se você quer muito ver algum artista nesse meio tempo, programe sair com pelo menos 2h de antecedência.

#7 Prepare a bandana, o óculos e o chapéu

No caminho do estacionamento e mesmo durante o festival dependendo da ventania, você come areia e não é exagero não! No segundo dia eu já cheguei com a roupa suja de TANTA poeira, é impressionante. Aqui nos EUA, eu achei um pacote na Amazon com 10 bandanas daquelas que você pode usar como máscara e de mil jeitos por $10, o que você acaba pagando em uma bandana se deixar para comprar no festival, se você tiver o prime ele entrega em até 2 dias.

#8 Hidrate-se e leve protetor solar

Além do você poder entrar com água no festival (não esqueça de levar pelo menos uma garrafa de água por pessoa para o trajeto até a entrada do festival, vai por mim, você vai precisar!), você pode comprar uma garrafa lá dentro por $2 e encher nos vários bebedouros espalhados pelo festival. Não esqueça de beber água, mesmo! Principalmente se você for consumir bebida alcóolica, isso porque a ressaca (que nada mais é do que uma desidratação do nosso corpo como efeito do álcool) costuma ser até 5x pior no deserto, então para cada copo de álcool e/ou energético, um copo de água. E claro, não esqueça de usar protetor solar!

#9 Vai passar muito calor e pode até passar muito frio

Pense nisso, estamos no deserto e no deserto é assim: muito calor durante o dia e muito frio durante a noite. Quanto mais cedo você chegar, mais calor você vai passar e só melhora quando o sol começa a se pôr. As fotos também vão ficar melhores durante o dia, a luz daqui é uma coisa de outro mundo. O que eu aconselho a fazer é levar um casaco ou moletom, você pode deixar no carro (até porque você pode sair e entrar no festival, só certifique-se de escanear sua pulseira na entrada e na saída sempre) ou comprar com antecedência os lockers, o EXTRA LARGE custa $80 pelos 3 dias do festival e você pode rachar com os amigos e o Medium custa $55, você pode guardar água e tudo que você levar e inclusive pode deixar as coisas lá de um dia para o outro.

#10 Monte um outfit confortável

Na hora de escolher as roupas e calçados que vai usar no festival pense no calor e no frio (como já falamos) e nada de inventar nos calçados, vá de tênis ou botas SUPER confortáveis e nada novo para evitar calos e bolhas e MESMO ASSIM de tanto você andar, pode surgir alguma, o que foi o meu caso. O que dá para fazer é comprar aquele algodão que já vem em círculo certinho e colocar embaixo do pé na parte com a que você pisa no chão, isso vai ajudar a amortecer a caminhada. Não esqueça que em algum momento você vai sentar no chão, se você não quer se sujar, leve uma manta ou alguma esteira.

No mais, divirta-se e não se estresse com os perrengues, faz parte de todo o festival, a única coisa que podemos fazer é nos planejar antes e tentar evitar o máximo.

Beijinhos :*